Compreender a entrada e saída em imóveis

quando a propriedade é comprada, os compradores muitas vezes fazem várias suposições. Os compradores presumem que poderão usar a propriedade. Os compradores também assumem que podem entrar e sair da propriedade. Mas, os direitos de entrada e saída da propriedade podem ser separados da propriedade da propriedade. A entrada é definida como o direito de entrar na propriedade e a saída é definida como o direito de sair da propriedade. Outros também podem precisar ou ter o direito de entrar ou sair em sua propriedade., Se o cuidado adequado não for tomado para compreender e garantir estes direitos, poderá significar desastre para uma transacção imobiliária comercial.

entrada, saída e Eias

os direitos de entrada e saída são muitas vezes garantidos por easements. A facilidade é um direito legal a uma utilização limitada dos bens alheios. Você pode precisar de uma facilidade de Acesso para atravessar a propriedade de outra pessoa para entrar ou sair de sua própria propriedade. Você pode precisar de um assentamento em uma estrada privada que lhe permitirá o acesso à propriedade e garantir que você pode chegar às estradas principais na área., Se houver uma entrada compartilhada, você pode precisar de uma facilidade para permitir que você usá-lo.

Easements devem ser oficialmente registrados, assim como você registraria oficialmente o título de uma propriedade. Normalmente, você tem a capacidade de vender um terreno junto com a escritura da propriedade.

outros podem ter uma facilidade em sua propriedade que lhes dá um direito de entrada e saída também. Um exemplo típico é a facilidade que as empresas de utilidade pública têm na maioria das propriedades. Esta facilidade permite-lhes entrar em uma propriedade para verificar contadores e para reparar ou substituir equipamentos essenciais para o funcionamento da linha., Muitas vezes não é necessário para você conceder a facilidade para a empresa de utilidade porque na maioria das jurisdições a facilidade de utilidade existe como uma questão de lei.algumas parcelas da propriedade são encravadas. Não têm um ponto de acesso público. Os pacotes encravados podem ser encontrados em qualquer lugar. Numa zona rural em que um grande proprietário de terras está a subdividir as suas terras em parcelas mais pequenas, algumas das parcelas podem ser encravadas. Em ambientes urbanos e suburbanos não é incomum encontrar uma pequena loja ou outra empresa comercial rodeada por outras empresas., A pequena loja pode ser encravada por seus vizinhos.

Se uma propriedade sem acesso a terra ainda não tiver uma passagem sobre a propriedade adjacente, você terá de garantir uma passagem, ou algum outro direito de entrada e saída antes de comprar a propriedade. Caso contrário, arrisca-se a cometer uma infracção civil sempre que entra ou sai da sua propriedade.

propriedade comercial sem litoral em muitas jurisdições não vem com um fácil acesso automático sobre propriedades vizinhas., Os mutuantes exigirão prova do direito de entrada e saída como parte das condições de emissão de um empréstimo para a compra de imóveis comerciais.os latifundiários vizinhos podem vender um terreno de acesso. Às vezes, os proprietários vizinhos vão querer limitar o acesso que um terreno dá ao proprietário da propriedade sem acesso. No entanto, as facilidades não são geralmente uma boa maneira de limitar estritamente o acesso. Se forem necessários limites em vez de dar uma facilidade, o proprietário vizinho deve considerar um tipo diferente de acordo.,

Como Proteger a Entrada e a Saída, Sem uma Servidão

Porque, de acordo com a lei servidões pode tanto dar o mais amplo direito de acesso, do ponto de vista de um vizinho e muito estreito um direito a partir do ponto de vista do detentor da servidão, muitas vezes, de outros tipos de arranjos de trabalho melhor para garantir os direitos de ingresso e saída.os proprietários de parcelas encravadas ou de outras parcelas de difícil acesso podem desejar que os direitos de entrada e saída façam parte da Escritura, em vez de como uma transacção separada. Isto proporciona várias vantagens ao proprietário da propriedade de acesso limitado., Facilita o processo de documentação dos direitos. Se o proprietário for vender a propriedade mais tarde, ter os direitos explicitamente na escritura colocará o futuro comprador à vontade. Ter direitos de entrada e saída explicitados, como parte da escritura de propriedade, é mais fácil de conseguir ao comprar o pacote de acesso limitado do proprietário que também possui a propriedade vizinha que você terá que atravessar para chegar à sua propriedade.por vezes, um proprietário quer um acordo de Uso do solo., Um acordo de Uso do solo é um contrato que define deveres e responsabilidades específicos entre as duas partes. Os acordos de Uso do solo devem ser registados com o Condado, assim como um assentamento é registrado. Um acordo sobre a utilização do solo dá às partes uma grande flexibilidade na determinação do nível de acesso que lhes será concedido. Um acordo de uso da terra pode limitar a tonelagem de caminhões que podem atravessar a propriedade vizinha,ou qualquer que limite os dois lados concordam. Um acordo de Uso do solo também usará explicitamente o que o proprietário de propriedade de acesso limitado deve pagar para a manutenção de quaisquer estradas.,a verificação dos direitos de entrada e saída é uma parte essencial do processo de diligência devida na aquisição de propriedade. Mesmo quando o acesso parece óbvio, a fonte dos direitos de entrada e saída precisa ser rastreada. Não só um mutuante pode exigir tais garantias, mas também ajuda a evitar problemas legais posteriores.

parte do processo de pesquisa de Título deve incluir a documentação dos direitos de entrada e saída. Esses direitos devem constar da Escritura, sob a forma de um documento de acompanhamento ou de um acordo de Utilização do solo., Se uma pesquisa de título não conseguir encontrar um documento gravado que estabeleça os direitos de entrada e saída, O vendedor terá que demonstrar que ele ou ela tem esses direitos e, em seguida, transmiti-los explicitamente ao comprador como parte da transação.estes passos podem ser necessários, mesmo que a propriedade não esteja encravada., Se o ponto de acesso público é remoto à parte da propriedade que está Ou vai ser desenvolvida, ou se certas condições climáticas tornam o ponto de acesso público intransitável em determinadas estações, é prudente ter facilidade ou um acordo de uso da terra com um vizinho que proporciona um acesso mais confiável e prático à propriedade.

conclusão

os direitos de entrada e saída são essenciais para o pleno uso de qualquer propriedade. Neste artigo falamos de entradas, saídas e Saídas em profundidade, bem como alternativas às facilidades., Garantir que você entenda tanto os direitos que você tem em relação à propriedade do seu vizinho quanto os direitos que os outros têm em relação à sua propriedade é uma parte fundamental do processo de diligência devida.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *